You are currently browsing the tag archive for the ‘jum nakao’ tag.

Jum Nakao é idolo. Hoje vendo o documentário dele no Nomes da Moda, eu revi o desfile de 2004 e percebi o tanto que aquele desfile, cinco anos depois, é atual. Subversivo, Jum Nakao fez um desfile todo de papel, onde as modelos rasgavam toda a roupa no final do desfile, deixando todos muito impressionados e emocionados. Eu acho que ele realmente é um dos mestres brasileiros da moda, no sentido de traduzir e realizar um conceito até o fim. Jum se enquadra na categoria de ‘estilista de estilistas’ inspirando e ensinando a todos que tiveram acesso ao seu material. No documentário ele conta que a faxineira do SPFW assistiu o desfile dele e foi até o backstage abraçar ele dizendo que pela primeira vez ela havia gostado de um desfile “Acho que você quis dizer que não importa a roupa, é o interior que conta.” resumiu a faxineira emocionada. E eu acho que é isso mesmo. Jum usa a roupa como um suporte para idéias, expressões e subversões. E é disso que o Brasil precisa, não? Cinco anos depois, todos os valores mostrados naquele desfile ainda são reais. Roupas de papel (crise, valor da roupa), modelos rasgando tudo (valor da moda na sociedade atual) enfim, tudo ainda é usável. E eu acho que é isso que faz de um desfile, um momento da moda. Quando você prega uma tendência, vai durar no máximo três estações. Quando você prega uma idéia, o desfile cumpre seu propósito e se eternaliza.

Advertisements