You are currently browsing the tag archive for the ‘Alexandre Herchcovitch’ tag.

aleH0je de manhã aconteceu no Iesb a palestra do Alexandre (coincidentemente no dia do meu aniversário). E um povo perguntou o que eu achei, então aqui vai.
Primeiro de tudo, o evento foi lógicamente propaganda do Iesb. Até aí nenhum problema, o Iesb tinha mesmo que aproveitar e fazer a propaganda básica do curso de moda deles, já que eles trouxeram um palestrante de renome. Só que, antes da palestra, um professor do Iesb falou exaustivamente sobre um monte de assuntos que nao eram nem um pouco pertinentes ao tema. Falou da fundação do Iesb, apresentou TODO o corpo docente, bateu palma… Enfim, ficou bem cansativo. Depois, acredito que ele era o Diretor Geral do Iesb, ou algo assim, subiu no palanque e começou um discurso rápido, bem humorado e profissional. Ele começou pedindo desculpas por não saber pronunciar o nome Herchcovitch, e EU ACHEI ISSO O MÁXIMO. Porque eu já vi MIL pessoas em brasília, do mundo da moda inclusive, falando HERCOVITX e inclusive, em um dos desfiles eu já vi gente rindo quando anunciaram o nome CERTO achando que o cara tinha falado errado. Gente, vamo pesquisar aí né? Fala que o cara é a maior inspiração do mundo e não sabe nem pronunciar o nome dele?
Quanto a palestra, nada de novo, pra quem já leu os livros dele, foi tudo bem dentro disso. Ele preparou uma apresentação mostrando como que o conceito se desdobra nas criações dele, e eu achei bem legal ele ter tido o carinho de se preparar bem para a palestra e não só ter sentado meia hora falando sobre a vida dele. Ele falou que ele sempre aceitou todas as oportunidades que apareciam pra ele. E eu achei isso bem válido. Ainda mais pra uma cena fashion como a de brasília, tão iniciante ainda, qualquer oportunidade deve ser aproveitada. O que ficou mais da palestra dele pra mim, foram as ‘medidas populistas’ dele.  Ele falou que tinha o desejo de levar a marca dele pra todas as classes, e fez vários produtos (isqueiros, band-aid…) pra que pessoas que  não podem comprar um vestido dele terem acesso a um produto de design diferenciado com a identidade Herchcovitch. E EU ACHEI ISSO UMA LIÇÃO PRA BRASÍLIA. Desculpa, mas não tem moda mais elitizada que a de Brasília. Nem tanto no quesito estilistas, mas no quesito de EVENTOS de moda. Acho que brasília fecha muito o leque de oportunidades que se abririam em fazer a moda dialogar com o povo mesmo, adolescentes, gente sem nenhuma formação de moda ainda, mas que pode ser o futuro dessa capital na moda. Brasília se preocupa muito com o GLAMOUR da moda e pouco com a moda mesmo. Quem já foi em Park Fashion, BFF, CFW sabe do que eu to falando. No primeiro BFF que eu fui eu fiquei me perguntando AONDE É QUE TÁ O POVO DA MODA? Só via filho de senador, senador em si, socialite, etc. Acho que o Alexandre deixou claro que moda, mesmo numa cidade elitista como a nossa, não é pra poucos.