Maria Bonita Extra
O desfile da maria bonita extra foi bem lindinho. nada de novo at all, mas a marca se manteve fiel ao seu estilo, com coisas bem bonitas e trabalhadas, conquistando as clientes que já são fiéis a marca… Muito lindos os macacões de alfaiataria, o os broches de coração grandões, seguindo a tendencia de jóias maiores e mais brilhantes. Eu pude ver o desfile ao vivo na tv e o caimento da roupa era realmente muito bom. E sem falar que a estilista é lindinha demaaais e ficou mega anã perto da Aline Weber, que encerrou o desfile com um bolero bordado de canutilho que levou dez dias (!!!) pra ficar pronto.

Coven

Muito bonito o desfile, com inpiração na montaria e no hipismo. Por mais incrivel que pareça o desfile foi feito TODO em tricô, ponto forte da marca. Tanto o tricô destruído com paetês do final do desfile como o tricô tão mínimo que parece neoprene num vestido laranja foram muito bem executados. Eu desde já estou apaixonado pelo casaco de tricô destruído da Daiane Conterato. E eu juro que eu nao acredito que essa calça laranja e esse vestido laranja são de tricô.

Sta. Ephigênia
Quando eu li o release do desfile e vi que o tema ia ser áfrica, étnico e tals, já fiquei meio decepcionado achando que eu ia ver aquelas estampas loucas e coloridas de novo, caftans e tals. Mas a marca optou por usar o conceito sutilmente, com proporções atuais, sem perder a elegância característica da marca. Destaque foram os maxicolares fluor (denovo afirmando a tendencia das maxibijoux bem exageradas) e para as estampas de pingos de tinta que pareceram animal prints, ao invés de usar estampas clássicas como oncinha e zebras. Reparem que esse estillista conseguiu usar os ombrões, só que com tecidos leves, que funcionam melhor no pseudo-inverno brasileiro. Tendencia foi feita pra ser adaptada, não seguida.

Advertisements